Alzheimer: um mal que merece atenção

Ele chega silencioso, sem avisar e quando menos esperamos já está fazendo parte de nossas vidas. De caráter neurodegenerativo, o Mal de Alzheimer se agrava com o decorrer do tempo, mas pode ser retardado com carinho e dedicação.

A doença começa com uma perda gradativa da memória recente, que é aquela responsável por armazenar informações do momento, como onde deixamos as chaves da nossa casa, por exemplo. Com o tempo, os portadores da doença começam a esquecer de coisas importantes como nome de familiares próximos e até endereço.

Infelizmente, o Alzheimer não tem cura, mas há tratamentos e práticas eficazes que podem fazer toda a diferença. Exercitar a mente e aprender novas habilidades pode proteger o nosso cérebro e retardar a doença, mantenha a mente desafiada com atividades como leitura, palavras cruzadas e jogos de tabuleiros. Uma rotina mais saudável com alguns exercícios e uma alimentação mais leve também são fortes aliados do idoso.

Essas são só pequenas atitudes que podem auxiliar o atraso da doença. O idoso que é diagnosticado com Alzheimer deve procurar os cuidados médicos o mais rápido possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *